Como Negociar uma Oferta Salarial

Uma negociação salarial, é o processo pelo qual o empregador e o candidato alcançam um acordo em relação aos termos e condições da contratação.negociar

Nas edições passadas, referi-me sobre a importância de se fazer uma pequena “pesquisa de mercado” de forma a obter informação sobre o que o mercado paga para a posição em que se candidata. Assumindo que você foi convidado para a entrevista e foi bem sucedido(a), o passo seguinte será receber uma oferta de emprego que contêm os termos e condições de trabalho (salário, benefícios e outros). A oferta pode ser por escrito ou verbal. Seja em que modelo for, você não deve trata-la como final, mas sim como o início de um processo de negociação.

Como em qualquer negociação, parte-se do princípio que cada uma das partes tem algo que a outra deseja. O empregador deseja adquirir a mão de obra oferecendo como contra partida o emprego assalariado, e sempre que possível, ao valor mais baixo que os seus regulamentos permitem, e o candidato por sua vez, tem conhecimentos e competências que são atraentes ao empregador, e como é natural deverá querer vende-los os preço mais alto possível. Deste modo, o candidato não deve sentir-se em situação desvantajosa, pois já atravessou a fase mais crítica que é a entrevista e os testes e demonstrou ter o potencial desejado. Assim, você dever estar ciente que, todos os aspectos mencionados na carta de oferta estão abertos para a negociação, incluindo o título da posição.

Entretanto é importante determinar a predisposição do empregador em negociar. Coloque-se no seu lugar e se pergunte porquê é que ele quereria negociar consigo. Ao fazer esta análise poderá levar em consideração os seguintes aspectos:

  • O nível da posição na organização.
  • A escassez das competências e de pessoal com experiência similar a sua no mercado de trabalho, isto é, é difícil encontrar pessoas capacitadas na sua área?
  • O teu nível na carreira profissional. Por exemplo, se estás a entrar no mercado de trabalho tens menos vantagem que alguém que já tem 5 anos de experiência. Entretanto este facto não te deve inibir de negociar.
  • O valor da posição em questão no mercado, comparado com a oferta recebida.
  • O nível salarial da posição em questão dentro da organização.
  • A situação económica do país e do sector de trabalho em questão.
  • Questões específicas da empresa tais como a cultura, a filosofia e as políticas de promoção.

Como conduzir a negociação

  • Certifique-se que você tem uma boa base para negociar – com base na pesquisa feita você constata que a oferta em sua mão é mais baixa do que o mercado paga, ou do que você já está a ganhar ou ainda do que você desejaria ganhar.
  • Responda a oferta constatando factos e deixando espaço para uma contra-proposta. Por exemplo, se a oferta foi feita por escrito poderá responder da seguinte forma: “estou muito honrado(a) pela oferta feita, e reitero o meu interessado em me associar a vossa organização. Entretanto, gostaria de verificar se haverá espaço para negociar o salário (ou benefício), pois pela análise feita ao mercado, constato que os níveis salariais para posições similares variam de x-x – ou, apesar de o salário ser de acordo com o mercado e a minha experiência em particular, pela análise feita ao mercado, constato que as organizações similares a vossa, oferecem para além do salário o benefício x que não consta na oferta feita”.
  • Se a oferta tiver sido feita verbalmente e você pretender negociar, peça que lhe seja feita por escrito, de forma a evitar equívocos e mal entendidos.
  • Não entre na negociação com espírito de “tem que me dar xx coisa”. Conheça o seu valor e não abra mão dele, mas deve manter a mente aberta para as diversas formas de compensação. Por exemplo, a organização pode não oferecer carro a executivos mas em contrapartida oferecer maior salário. A organização pode não oferecer telefone, mas em contrapartida oferecer assistência médica para si e seus dependentes. A organização pode ter um fundo de pensão e desse modo oferece menor salário líquido. Capitalize o pacote na integridade por forma a determinar o valor real da compensação. Tudo o que lhe for oferecido tem valor monetário associado (a organização paga por isso), e esse valor ou beneficia afecta directamente a sua renda actual ou futura, ou traz-lhe maior prestígio. Veja o que é importante para si.

Fundamental

  • Negocie com base em factos. Os factos devem ser baseados no que o mercado oferece e só em última instância o que você quer, a não ser que tenha experiência suficiente para ditar o seu preço.
  • Entre na negociação com atitude “ganha/ganha” e não ganha/perde, pois você quer causar boa impressão e ser respeitado(a), independentemente de ser bem sucedido o não.
  • Se não consegui nada na negociação, e pretende mesmo assim assinar o contrato, pergunte as razões de tal decisão, e conduza a conversa de forma a obter mais informações sobre a política de salários e promoções, isso irá dar-lhe uma indicação sobre quando a sua situação poderá ser revista.
  • Tente negociar um aumento futuro, informe-se sobre as possibilidades, e se possível tenha um compromisso por escrito

Boa sorte!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *