Kit Virtual – Planificação da Força de Trabalho

A pertinência desta Ferramenta

O planeamento da força de trabalho é fundamental para a implementação da estratégia de negócios da empresa. Ele permite que a empresa recrutar e manter a combinação certa de pessoas que necessita para realizar a sua estratégia de curto e longo prazo. Ao mesmo tempo, servirá para antecipar problemas de excessos e escassez de mão-de-obra. Os custos de mão-de-obra podem ser mais baixos porque a gestão pode antecipar desequilíbrios antes que se tornem críticos.

O que é Planeamento da Força de Trabalho?

A planificação da força de trabalho ou plano de Recursos Humanos refere-se ao processo de planeamento estratégico organizacional que visa garantir que o número certo de pessoas com as habilidades certas sejam planificadas e empregues no lugar certo e no momento certo com vista ao cumprimento dos objectivos de curto e longo prazo de uma organização.

Dependendo do tamanho e complexidade da organização, o planeamento da força de trabalho pode abranger uma gama diversificada e extensa de actividades que podem incluir mas não se limitar a:

  • plano de sucessão
  • trabalho flexível
  • Procura de mão-de-obra e previsão da oferta
  • Planeamento de recrutamento e retenção
  • Análise de lacunas das auditoria de competências
  • Gestão de talentos
  • Multiqualificação
  • Gestão de risco
  • Terceirização de actividades não estratégicas
  • Gestão de carreiras
  • Planeamento de cenários.

Assim, o planeamento da força de trabalho avalia as capacidades actuais da da força de trabalho, a demografia e processos de trabalho; determinar as necessidades futuras de mão-de-obra; identifica lacunas e implementa soluções para colmatar as lacunas, conforme esquematizado abaixo:.

plano-de-recursos-humanos

Benefícios

Os resultados deste processo permitirão às empresas recrutar melhor e seleccionar as pessoas certas. Ao mesmo tempo, as empresas serão capazes de estabelecer planos de aprendizagem e desenvolvimento eficazes para o seu pessoal. Por último mas não menos importante, um bem pensado plano de mão de obra permitirá às empresas criar melhor estratégias para os seus planos de gestão de carreira e desenvolver e preparar os funcionários para satisfazer as suas necessidades de mão de obra.

As micro, pequenas e médias empresa (M PME), devem prestar particular atenção a este processo pois elas têm contextualmente mais dificuldade de atrair e reter pessoal qualificado, devido a desafios financeiros. Desse modo é importante avaliar com cuidado o tipo de competências necessárias para alavancar e manter o negócio.  Recrutar mão de obra barata e inexperiente pode ter resultados catastróficos para o crescimento e manutenção da empresa.